Como funciona um detetive particular?

Um investigador privado é um profissional que trabalha realizando investigações ou buscas de provas em conduta, factos ou certas acções privadas, a fim de informar o seu cliente através de um relatório detalhado que, por vezes, tem de ser ratificado por um Tribunal competente. Eles tendem a trabalhar para indivíduos, seguradoras, empresas privadas, e outros que podem precisar de seus serviços.

Licença de detetive particular

Como Funciona un Investigador Privado

Para obter a licença de detetive particular, você deve atender a alguns requisitos exigidos pelo Ministério do interior; São necessárias as seguintes condições:

  • ser de idade.

  • Ter a nacionalidade de um dos Estados da União Europeia ou de um dos que fazem parte do acordo sobre o espaço económico europeu.

  • Não tendo nenhum tipo de antecedentes criminais.

  • Possuir a capacidade física e a aptidão psicológica necessárias para o exercício das respectivas funções.

  • No caso da segurança, não tem qualquer penalidade por infração grave ou grave os dois ou quatro anos antes de processar.

  • Também não têm condenações por interferência legítima no que diz respeito à proteção do direito à honra, à intimidade pessoal e familiar. Pelo menos cinco anos antes para submeter o pedido.

  • Não ter sido expulso das forças e dos corpos de segurança ou das forças armadas.

  • Os dois anos anteriores ao pedido de autorização, não deve haver funções de controle da entidade, vigilância ou investigação, serviços ou ações de segurança privada nas forças e órgãos de segurança.

  • Passaram os testes necessários para o correto cumprimento de suas funções.

  • Ter um bacharelado, um técnico superior, um técnico em uma profissão específica, equivalente ou superior.

  • Possua o diploma de detetive particular.

  • A fim de se tornar um investigador privado em qualquer cidade, é necessário cumprir os estudos estipulados, correspondendo a um diploma de aproximadamente três anos, que comprovam o conhecimento e a capacidade necessária para o exercício de sua Funções.

Como funcionam os detetives particulares atuais?

  • O trabalho do investigador particular não é reconhecido atualmente muito, mas em suas funções não é comum que têm um calendário fixo do trabalho porque é sobre a vigilância; Seus horários podem variar dependendo das necessidades do cliente.

  • Normalmente seu trabalho envolve encontrar evidências em diferentes situações.

  • Conduzem a pesquisa dependendo das necessidades de cada caso.

  • Quando eles têm todas as provas em suas mãos, eles fazem um relatório que será mostrado ao seu cliente e que deve ser às vezes verificada por um tribunal.

  • Após a discussão do caso com o cliente e a pessoa envolvida, tudo isso é dado por fechado com resultados satisfatórios na maioria das ocasiões.

O investigador particular deve ter estudos?

Como discutimos na pergunta anterior, ser um investigador privado é tão importante como qualquer outra carreira universitária, por isso, se você deve ter estudos para adquirir a licença que lhe permitirá exercer como tal. Para exercer esta profissão e obter a sua permissão ou cartão de identidade profissional (TIP) você deve ter os seguintes estudos:

  • Tenha um diploma de bacharel.

  • Obter maior grau técnico.

  • Obter o grau de técnico nas profissões a ser determinado, ou outro equivalente para fins profissionais ou superiores.

Como é o trabalho de um detetive?

Nos últimos tempos, o trabalho do detetive mudou muito graças aos avanços tecnológicos, suas ferramentas têm variado e agora são ferramentas básicas para alcançar a resolução de um caso; Para isso, realizam trabalhos de pesquisa e devem colocar seus 5 sentidos em pesquisa sem negligenciar pistas, obter informações de testemunhas, tirar fotografias, gravar áudio, seguir as testemunhas ou a pessoa envolvida e Fazendo a pesquisa que pode durar de 3 dias a um mês, tudo depende do caso, de acordo com a informação que você começ.


Serviços oferecidos por um investigador privado:

No campo particular:

  • Infidelidade conjugal.

  • Separação ou divórcio.

  • Contas duplicadas.

  • Pensão.

  • Comportamento duvidoso das crianças.

  • Suspeitas sobre o serviço doméstico.

  • Sequestros.

  • Vícios e más empresas.

  • Comportamentos estranhos.

  • Seitas.

  • Custódia de crianças.

  • maus-tratos (vigilância e/ou seguimento).

  • Rastreando ordens de restrição.

No campo de negócios:

  • Controle de trabalhadores e cronogramas.

  • Roubo, desperdício e desvio de ordens.

  • Concorrência desleal.

  • Duplicidade do trabalho.

  • Defesa da propriedade industrial e intelectual.

No campo do trabalho:

  • Falsas perdas de emprego.

  • Controle sobre delegados sindicais.

  • Relatórios de pré-emprego.

  • Segurança informática.

  • Seleção de pessoal.

  • Prevenção de roubo.

Quanto pode um investigador privado cobrar?

O orçamento ou a taxa no trabalho de um pesquisador varia dependendo do trabalho a ser feito. Antes de iniciar o trabalho, você terá que definir se você trabalha por horas, por objetivos. Os custos resultantes de um acompanhamento e podem ser recolhidos separadamente devem ser tidos em conta; Como a gasolina ou o consumo das instalações em que o guardado, por isso não há preço estipulado, tudo varia dependendo do investigador.


Copyright Camaras-Espias.com © 2009 - 2019